Juventudes brasileiras pela Economia de Francisco

 


Alair Freitas

Professor do Departamento de Economia Rural da Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Minas Gerais. É doutor em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestre em Extensão Rural e Bacharel em Gestão de Cooperativas, ambos pela UFV. É associado a Sociedade Brasileira de Economia, Sociologia e Administração Rural – SOBER. É coordenador do Centro de Referência em Empreendedorismo e Cooperativismo e do programa Cooperar – convergências para o Desenvolvimento rural sustentável. Foi consultor em programas de combate à pobreza e promoção do desenvolvimento sustentável de territórios rurais em diferentes instituições públicas e privadas e foi assessor de cooperativismo do Governo do Estado de Minas Gerais. É professor e pesquisador nas áreas de sociologia econômica, organizações econômicas coletivas, agricultura familiar, políticas públicas e desenvolvimento sustentável. Suas pesquisas atualmente tratam de cooperativismo e associativismo, agroecologia e desenvolvimento rural, gênero e autônomo econômica das mulheres, políticas públicas e redução de desigualdades.

 


Alan Faria Andrade

Mestrando em Direito pela PUC/SP. Especialista em Direito Constitucional. Pesquisador do Núcleo de Estudos Avançados do Terceiro Setor – Neats. Membro da Comunidade de Vida Cristã – CVX. Advogado atuante.

 


Ana Paula Pierini

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.

 


André Paiva

Economista e mestre em economia política pela PUC-SP. Atua na coordenação de São Paulo da Associação Brasileira de Economistas pela Democracia (ABED). É economista da ACLacerda Consultores Associados e professor de economia na UNIP. Integra o grupo de Pesquisas em Desenvolvimento Econômico e Política Econômica (DEPE) e o grupo Políticas para o Desenvolvimento Humano (PDH), ambos da PUC-SP.

 


Beatriz Cruz

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.

 


Beatriz Marques Andrade

Mineira, graduada em Economia (PUC-MG), com MBA em Gestão de Negócios (Esalq/USP) e atualmente cursa Gestão de Projetos e Negócios Sociais (Unicesumar). Trabalhou aproximadamente sete anos na indústria (Vallourec – siderurgia e Itambé – alimentos) em supply chain e controle de processos, e três anos em consultoria para projetos de ciência, tecnologia e inovação, em desenvolvimento de novos negócios pelo (apoiados pelo SEBRAE e outros programas de aceleração); e gestão da propriedade intelectual especialmente em um projeto com pesquisadores da RedeNAMOR, na Amazônia. Na consultoria, conheceu o Instituto MRV em 2016. Desde 2018 compõe a equipe, que se dedica a projetos que promovam transformação social por meio da educação.

 


Claudia Andrade

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.

 


Cristina Pereira Vieceli

Economista e Mestre em Economia com ênfase em Economia do Desenvolvimento pela UFRGS, doutoranda em economia pela UFRGS, bolsista CNPQ, colunista do portal Democracia e Mundo do Trabalho em Debate – DMT, integrante do coletivo Movimento Economia Pró-Gente, e técnica licenciada do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Realizou doutorado sanduíche no Departamento de Gênero e Sexualidade na Universidade de York – Toronto. Pesquisa sobre mercado de trabalho, desenvolvimento econômico, economia brasileira, feminismo e relações de gênero e raça, com publicações e participações em eventos nacionais e internacionais.

 


David Decache

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.

 


Diogo Lopes

Professor pesquisador da UDSA (University of Ancestral Wisdom Foundation), coordenador internacional de projetos PMC (Pacto Consciente Mundial) e Gerente de Programa Mediadores Sem Fronteiras do Pacto Mundial Consciente Brasil desde 2015. No Brasil, foi presidente da ONG Nascentes, apoiando a zona livre de OGM da APA Botucatu como consultor de Meio Ambiente e Segurança Alimentar.

 


Douglas Almeida

Douglas Almeida é de São João de Meriti, no Rio de Janeiro. É graduado em economia, mestre em desenvolvimento territorial e políticas públicas e doutorando em sociologia. É coordenador de Mobilização e Incidência da Casa Fluminense, associação que busca promover ações e políticas públicas para a Região Metropolitana do Rio. Participa da Pastoral da Juventude Regional Leste 1 e está como conselheiro estadual de juventudes no Rio de Janeiro. Atua em movimentos na Baixada Fluminense, como o Fórum Grita Baixada e na construção da Caminhada Pela Paz, em Coelho da Rocha. Participou da Assembleia da Juventude da ONU em 2017 e foi delegado da Conferência Nacional de Juventudes em 2015. Para ele, a redução das desigualdades deve ser prioridade ao pensar uma nova economia. Faz parte da delegação brasileira para o encontro da Economia de Francisco, em Assis, na Itália.

 


Eduardo Brasileiro

Eduardo Brasileiro, 28 anos, morador de Itaquera, Zona Leste de São Paulo. Formado em Sociologia e Política (FESPSP – Fundação Escola de Sociologia e Política), é membro da articulação Igreja Povo de Deus em Movimento (IPDM), coletivo de paróquias da Zona Leste. Em sintonia com os movimentos sociais, quer debater o atual momento político e eclesial e os desafios da igreja católica diante das mudanças socioculturais e econômicas. Atuou na Pastoral da Juventude da Igreja Católica, no Movimento Ecumênico, sobretudo na Rede Ecumênica da Juventude (REJU). Assessora Comunidades Eclesiais de Base e atualmente é educador na região de São Mateus de jovens e adultos.

 


Eliza Hostin

Catarinense, Mestre em Economia para Transição, Pesquisadora sobre o Futuro do Trabalho e Consultora em Sustentabilidade.

 


Emmanuele Araújo da Silveira

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.

 


Érica Valente Lopes

Advogada Especialista em Direito Público. Autora na área de Direito Ambiental. Integrante da Comissão de Políticas Urbanas e Direito Urbanístico da OAB/CE

 


Flávia Mengardo Gouvêa

Cursou a graduação em Relações Internacionais pela Faculdade de História, Direito e Serviço Social (Unesp, campus de Franca-SP), no período de 2004 a 2008. Foi bolsista de iniciação científica pela FAPESP (julho/2007 a janeiro/2009), com o tema “Imigração e modernização em Rio Claro na passagem do século XIX para o século XX”, sob orientação do Prof. Dr. José Evaldo de Mello Doin. Em 2011, defendeu o mestrado no programa de História na UNESP, campus de Franca-SP, com o tema “Imigração alemã e sociabilidades em Rio Claro nos séculos XIX e XX”, sob orientação da Profª. Drª. Márcia Pereira da Silva, com bolsa CAPES/Cnpq (2009 a 2011). Em 2019 finalizou o MBA em Gestão de Negócios pela USP (Esalq, campus de Piracicaba-SP), com bolsa de estudos fornecida pelo Banco do Brasil S.A., com a monografia “Estratégia digital do Banco do Brasil na atualidade”, sob orientação do Prof. Dr. Carlos Eduardo de Freitas Vian. Tem experiência em pesquisa e orientação de estudantes nas áreas de História, Cultura e Economia, atuando principalmente nos seguintes temas: migrações históricas, relações internacionais, sociabilidades, cultura política, economia cafeeira. Atualmente trabalha como professora universitária, no âmbito de graduação e pós-graduação, nas disciplinas ligadas a Administração, Economia, Gestão de Negócios, Relações Internacionais e Comércio Exterior. Também exerce função de Assistente de Negócios no Banco do Brasil S.A.

 


Francyelle Nascimento

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.

 


Gercidio Junior Valeriano Pereira

Sou graduando no bacharelado interdisciplinar em ciencias e humanidades da Universidade Federal do ABC. Leciono na disciplina de Empreendedorismo e Design na escola Vereda em Santo Andre. Pesquiso na area de antropologia urbana e geografia critica com a tematica de indigenas em contextos urbanos e aplicacao das metodologias da cartografia social e analise em redes nas ciencias sociais e humanas. Atuo tambem como pesquisador e educador no projeto indios na cidade, na feira de cultura indigena da ONG opcao Brasil.

 


Heitor Ponce Dellasta

Graduando no Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) onde realiza pesquisa em conjunto com o Núcleo de Estudos de Economia Pós-Desenvolvimentista (Tapuia-Neepode), cujas ações buscam mapear debates teóricos e experiências práticas e históricas acerca do pós-desenvolvimentismo e do bem viver. Acredita e atua com educação ambiental e atualmente é coordenador do projeto Sistemas Agroflorestais Comunitários na Bacia do rio Paraopeba, em parceria com o MST-MG, pelo qual busca-se uma resposta econômica e ecológica as áreas e comunidades rurais atingidas pelo rompimento da barragem de Brumadinho.

 


JP (Alana)

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.

 


Juliane da Costa Furno

Graduada em Ciências Sociais na UFRGS, Mestre e Doutoranda em Desenvolvimento Econômico na Unicamp. Graduanda e Ciências Econômicas na Anhanguera. Militante do Levante Popular da Juventude e atualmente trabalha como assessora econômica na Câmara dos Deputados no gabinete do Deputado Federal Paulo Teixeira (PT-SP)

 


Lilian Kotviski Fiala

Doutoranda em Ciências Econômicas na UERJ, Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento e Bacharel em Ciências Econômicas pela UFPR. Diretora voluntária da núcleo Rio de Janeiro da Associação Brasileira dos Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável (Abraps). Multiplicador B do movimento pela redefinição do conceito de sucesso nos negócios. Empreendedora apoiada pelo Programa Shell Iniciativa Jovem 2019. Trabalhou por 5 anos com microcrédito. Sua pesquisa de doutorado está relacionada com moedas sociais.

 


Luiz Henrique Vieira da Silva

Bacharel em Gestão de Políticas Públicas pela Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP). Cursei a disciplina Teoria das Organizações como estudante especial do Programa de Pós-Graduação em Administração (FCA-Unicamp) e, atualmente, sou mestrando em Sustentabilidade pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), na linha de pesquisa Ciência, Sociedade, Políticas Públicas e Sustentabilidade. Trabalho como pesquisador bolsista CAPES Modalidade I. Atuo voluntariamente há 15 anos na Arquidiocese de Campinas, nas seguintes pastorais e movimentos: Liturgia, Música, Crisma, Campanha da Fraternidade e Grupo de Jovens Rede de Pedro. Também voluntariamente, sou radialista, com programas sobre desenvolvimento sustentável na emissora comunitária de Vinhedo e na Rádio Brasil AM, integrante da Rede Católica de Rádio. Vinhedense de coração, amo falar e escrever sobre Política, Sociedade, Religião e Sustentabilidade.

 


Márcio Gasperini Gomes

Márcio é de Florianópolis, Santa Catarina. É economista, graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina e aluno especial do Programa de Pós Graduação em Economia da mesma universidade (UFSC). Ao longo da graduação participou de atividades complementares, como o Curso de Avaliação Econômica de Projetos Sociais e Políticas Públicas, da Fundação Itaú Social. Foi bolsista de pesquisa do Laboratório de Transportes e Logística (LABTRANS-UFSC), trabalhando com análises econômicas voltadas ao sistema portuário brasileiro e estudos de pré-viabilidade econômica. Tem interesse nas áreas de desenvolvimento econômico e políticas públicas, acreditando que a redução das desigualdades sociais é peça fundamental na construção de uma nova economia.

 


Marcos Antônio da Silva e Silva

Marcos Antonio da Silva e Silva, é Palestrante, Consultor de Projetos, idealizador e Coordenador do Programa Crisálida, de combate a extrema pobreza e a redução de vulnerabilidades sociais. É Conselheiro Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente, Conselheiro Municipal de Assistência Social, foi Conselheiro Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional. É Presidente da Federação Nacional de Estudantes de Economia – FENECO. É Presidente do Conselho Regional de Economia Acadêmico do Estado de Goiás. Integra o Fórum Nacional pela Redução das Desigualdades Sociais.
Facebook: https://www.facebook.com/MarcSustentavel/

 


Marina Oliveira

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.

 


Patrícia Maria da Silva

Mãe de três anjinhos, comunicadora por natureza, eu tento ser a diferença que quero ver no mundo. Publicitária formada pela PUC-SP, sou empreendedora e atualmente trabalho com comunicação, design e marketing digital. Desenvolvo um projeto chamado “Mães que Empreendem” no qual auxilio mulheres que após a maternidade decidiram empreender a tirarem suas ideias de negócio do papel. Também faço parte da coordenação nacional da Pastoral do Empreendedor, cuja missão é cuidar pastoralmente dos empreendedores, fomentando a vivência da fé cristã católica na vida do empreendedor e em seus empreendimentos. Criei uma campanha de financiamento coletivo para me ajudar com os custos do evento: https://www.kickante.com.br/campanhas/rumo-economia-francisco

 


Pedro Henrique Mattosinhos

Carioca, 27 anos, com paixão pela educação e por desenvolver pessoas. Entende que precisamos nos mover para criar o futuro onde queremos viver, tanto em nível pessoal quanto em nível global. Acredita na força da política para isso e em uma economia mais responsável e ética.

 


Peterson Prates

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.

 


Philippe Diogo Alves da Silva

Atualmente me Licencio em Ciências Biológicas, e desenvolvo pesquisas nos processos associativos de catadores de reciclagem no sul de Minas Gerais, membro dos Núcleo de estudos em gênero e sexualidade (NEGES) e ainda do Núcleo de estudos afro-brasileiros e Indígenas (NEABI) no IFSULDEMINAS, desenvolvi projetos na ONG (Serviço de Promoção do Menor e da Família – SERPAF) fomentando a economia solidária em bairros carentes do município por meio de projetos vinculados ao PAC – Programa de aceleração do Crescimento, do governo federal. No Sul de Minas atualmente milito em diversos movimentos estudantis, lutando pela construção do poder popular.

 


Ramon Jung

Mestrando em Administração pela PUC Minas, onde estuda o campos das empresas sociais e inovações sociais. Estará em Assis discutindo o projeto chamado “Concurso de Empresas Sociais”, o qual tem objetivo de fomentar a criação de empresas sociais entre graduandos em Administração e Sistemas de Informação gerando ideias, projetos e perspectivas de negócios capazes de gerar valor social e ambiental e se contrapor à minério-dependência na cidade de Brumadinho após o crime da Vale.

 


Renan da Silva Marques

Graduação em Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo e Mestrado em Comunicação pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Servidor Público Federal (Desenhista de Artes Gráficas) da UFPI. Atualmente Coordenador da Gráfica Universitária da UFPI. Pesquisador do Grupo de Pesquisa em Comunicação, Economia Política e Diversidade (Grupo Comum/UFPI). Organizador de publicações em Economia Política da Comunicação (EPC) e Economia Política do Jornalismo (EPJ). Prêmio Francisco Morel da Intercom – 2017 (mestrado). Designer Gráfico.

 


Róber Iturriet Avila

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.

 


Tamiris Cristhina Resende da Silva

Mineira, 27 anos. Pesquisadora visitante na University of Kent, Reino Unido. Doutoranda em Administração na Universidade Federal do Rio Grande do Norte(UFRN) com período de doutorado sanduíche nacional na Universidade Federal de Viçosa(UFV). Membro da Sociedade Brasileira de Administração Pública (SBAP). Associada à International Public Policy Association (IPPA). Mestra em Administração Pública pela Escola de Governo da Fundação João Pinheiro. Bacharela em Administração pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Foi estagiária da Petróleo Brasileiro S/A (PETROBRAS). Atuou como voluntária durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio 2013).

 


Tiago Arcego da Silva

Tiago Arcego da Silva, foi membro da Coordenação Nacional da Pastoral da Juventude (2015-2018). Membro do Instituto Catarinense de Juventude (ICJ). Membro da Coordenação do Instituto Dom José Gomes, proponente da Pós-Graduação “A Esquerda no Século XXI”. Autor do livro “A práxis política da Igreja Católica na Diocese de Chapecó (1970-1980)” Doutorando em História. Graduado em História pela Universidade Federal da Fronteira Sul (2014). Especialista em Espiritualidade pela Faculdade de Teologia e Pastoral – Itepa Faculdades, de Passo Fundo. Especialista em Educação no Campo com ênfase em Estudos da Realidade Brasileira pela Universidade Federal da Fronteira Sul – Campus Chapecó. Mestre em História pela Universidade de Passo Fundo – UPF. Tem experiência na área de História Regional, atuando principalmente nos seguintes temas: Teologia da Libertação, Conflitos Sociais, História do Oeste Catarinense. Atualmente contribui no mandato popular do vereador Adriano De Martini, em Xanxerê-SC. Trabalha com abelhas. Dá curso de violão básico. Declama poemas e toca em barzinhos, acreditando na arte como forma de resistência!

 


Vitor Hugo Tonin

Economista, graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutorando em Desenvolvimento Econômico na Unicamp. Pesquisa os temas subdesenvolvimento e dependência com foco no direito à moradia e mercado imobiliário. Natural de Capivari, interior de São Paulo, trabalha como assessor do Sindicato dos Químicos Unificados e como apoiador da construção da Rede Livres – rede de produtos do bem, e da Cresol – Cooperativas de Crédito com Interação Solidária. Saiba mais em:
https://www.facebook.com/quimicos.unificados/
https://www.facebook.com/rede.livres.produtosdobem/
https://www.facebook.com/sistemacresolcentral/

 


Tiago Lazzaretti Weber

<Texto da Minibio>
.
.
.
.
.


    3 comentários em “Juventudes brasileiras pela Economia de Francisco

    • 19 de dezembro de 2019 em 15:41
      Permalink

      Parabéns, para mim, meninada!!! Acho q parte da nossa geração lhes proporcionou este mundo, mas a outra parte continua, como vocês, não só sonhando mas batalhando junto por mais justiça, solidariedade, amor! Contem conosco, e não soltemos as mãos!!

    • 7 de janeiro de 2020 em 17:43
      Permalink

      Olá, também sou um dos selecionados para estar na Itália em março. Sou de Criciúma/SC e gostaria de estar junto da ABEF e nesta relação dos jovens brasileiros que vão à Assis. Como devo proceder?

    • 24 de janeiro de 2020 em 22:23
      Permalink

      Parabéns! Que vocês sejam instrumentos de transformação e mudança. Força. Paz e Bem. Tem algum representando oriundo do Recife?

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.