No dia de São Francisco de Assis, relembre a mensagem do Papa Francisco

(Articulação Brasileira pela Economia de Francisco)

3 MIN LEITURA

No dia 4 de outubro se comemora o Dia de São Francisco de Assis, um dos santos mais admirados pela comunidade católica romana: São Francisco de Assis, o padroeiro dos animais e da natureza é também conhecido por ser o santo dos pobres.

Economistas, professores e estudantes, Empreendedores, ativistas e sonhadores recebemos o chamado do Papa Francisco e estamos nos reunindo, estudando e construindo juntos uma economia diferente: que faz viver e não mata, inclui e não exclui, humaniza e não desumaniza, cuida da criação e não a depreda. Venha você também.
Seja muito bem-vindo!

Participe: Articulação Brasileira Pela Economia de Francisco

“Francisco de Assis é o exemplo por excelência do cuidado pelos fracos e de uma ecologia integral. Lembro-me das palavras dirigidas a ele pelo Crucifixo na pequena igreja de São Damião: “Vá, Francisco, conserte a minha casa que, como você pode ver, está toda em ruínas”. Aquela casa a ser consertada diz respeito a todos nós. Diz respeito à Igreja, à sociedade e ao coração de cada um de nós. Também diz respeito cada vez mais ao ambiente que necessita urgentemente de uma economia saudável e de um desenvolvimento sustentável que cure suas feridas e garanta um futuro digno.

Diante dessa urgência, todos, todos nós mesmo, somos chamados a rever nossos esquemas mentais e morais, para que possam estar mais em conformidade com os mandamentos de Deus e com as exigências do bem comum. Mas pensei em convidar especificamente vocês, jovens, porque, com vosso desejo de um futuro bom e feliz, vocês já são uma profecia de uma economia atenta à pessoa e ao meio ambiente.

Caríssimos jovens, sei que vocês são capazes de escutar com o coração os gritos cada vez mais angustiados da terra e de seus pobres em busca de ajuda e de responsabilidade, ou seja, alguém que “responda” e não se vire para o outro lado. Se ouvirdes o vosso coração, sentireis que sois portadores de uma cultura corajosa e não tendes medo de assumir riscos e comprometer-vos a construir uma nova sociedade. Jesus ressuscitado é a nossa força! Como eu vos disse no Panamá e escrevi na Exortação Apostólica pós-sinodal Christus vivit: “Por favor, não deixeis para outros o ser o protagonista da mudança! Vós sois aqueles que detêm o futuro! Através de vós o futuro entra no mundo. Também a vós, eu peço para serdes protagonistas desta mudança. […] Peço-vos para serdes construtores do futuro, trabalhai por um mundo melhor” (nº 174).”

Do Vaticano, 1 de maio de 2019 – Memória de São José Trabalhador

  • [1] Leia mais: Articulação Brasileira pela Economia de Francisco

Editoria

Redação Frente Dom Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.